🎁 Presente de boas-vindas: Use o cupom PRI10 e ganhe 10%OFF em sua primeira compra hoje!

Sarna em cachorro: principais sintomas, causas e como tratar

duvidas-sobre-sarna-em-cachorro

Quem tem pets precisa adotar diversos cuidados referentes à saúde e, com isso, surgem preocupações sobre as principais doenças. Aqui, a sarna em cachorro costuma ser um dos pontos de atenção, já que é conhecida pelos incômodos que ela causa ao animal.

Essa doença traz diversas dúvidas sobre causas, tratamentos e formas de prevenção, então preparamos um conteúdo completo para esclarecer o assunto. Acompanhe!

O que é sarna?

A sarna é uma doença causada por ácaros, pequenos aracnídeos parasitas que se alojam na pele do animal e começam a se alimentar dela, causando vermelhidão, coceira, feridas e outros sintomas. Assim, é preciso ficar de olho no seu pet para identificar qualquer alteração.

Além disso, adote uma rotina saudável, com produtos de qualidade para evitar o desenvolvimento de doenças, como os que você encontra na loja da NY Pets!

Quais são os 3 tipos de sarna canina?

Apesar de ser abordada como apenas uma doença, existem 3 tipos de sarna em cachorro. Entenda quais são:

Sarna Demodécica

Essa doença pode fazer com que o cão desenvolva algumas manchas escuras, por isso também é conhecida como sarna negra. Ela é genética e se desenvolve quando o cão fica com a imunidade baixa. Além disso, pode ser transmitida da mãe para o filhote e pode se manifestar em locais isolados ou em todo o corpo. 

Sarna Sarcóptica

Também conhecida como escabiose, esse é o tipo mais comum de sarna canina e pode ser transmitida para outros cachorros, para gatos e humanos. Ela costuma se manifestar no peito, nos ouvidos e na barriga.

Sarna Otodécica

Popularmente chamada de sarna de ouvido, ela atinge apenas a região auricular do animal gerando acúmulo de cera. Por causa disso, o animal sente bastante coceira na região e pode desenvolver inflamações, como a otite, ou feridas ao tentar aliviar o incômodo causado. 

Quais são as principais causas de sarna nos cães?

O que provoca sarna em cachorro é o contato com os ácaros causadores da doença. A escabiose é proveniente do Sarcoptes Scabiei, enquanto a de ouvido é causada pelo Otodectes Cynotis. Assim, normalmente a infecção acontece quando eles entram em contato diretamente com o ácaro ou com outros animais infectados. 

No entanto, a sarna demodécica é pelo Demodex Canis, mas a doença é genética então é passada das mães aos filhotes. Ele fica nas camadas mais profundas da pele, enquanto os demais tipos ficam alojados de forma superficial.

Aqui, o ideal é castrar os animais que tenham a doença para evitar a disseminação do problema e melhorar a qualidade de vida da cadela. Isso acontece porque a gestação e o cio afetam a imunidade, então ela costuma sofrer mais com os sintomas da sarna nesses casos. 

Como saber se seu cachorro está com sarna: 9 principais sintomas

sarna-em-cachorro

Saber como identificar sarna em cachorro é importante para iniciar o tratamento. Existem diversos sintomas relacionados à sarna, considerando os três tipos da doença. Veja quais são os principais: 

  1. queda de pelo; 
  2. descamação;
  3. vermelhidão;
  4. coceira;
  5. perda de apetite;
  6. erupções na pele;
  7. inchaço;
  8. manchas escuras;
  9. pele áspera.

Assim, diante de qualquer alteração, procure o veterinário para confirmar o problema, informando sobre as suas suspeitas para que ele adote alguns cuidados específicos durante o atendimento. O principal é o isolamento do cão para evitar a transmissão da doença. 

O mais comum é fazer exames de sangue ou de fezes para confirmar a doença e a causa. Se o diagnóstico for confirmado, vale informar às pessoas próximas que também têm cachorro e que tiveram contato com o seu animal para que eles verifiquem se houve contaminação. 

Como tratar sarna em cachorro?

Depois de entender mais sobre a doença, a dúvida mais comum é como será feito o tratamento para sarna em cachorro. O veterinário indicará os medicamentos mais adequados, que costumam envolver medicamentos orais, injetáveis e tópicos, com cremes e pomadas. 

Normalmente, o tratamento pode ser feito em casa, seguindo as indicações do veterinário. No entanto, se a infecção for mais grave e trazer complicações, pode ser necessário fazer a internação do animal. Se o diagnóstico for de sarna sarcóptica, a família também deverá adotar alguns cuidados, principalmente para aliviar os sintomas de coceira. 

Vale lembrar que a sarna negra não pode ser completamente curada, mas as manifestações podem ser tratadas normalmente para aliviar sintomas e proporcionar mais qualidade de vida para o animal. 

O que fazer para evitar que seu cachorro pegue sarna?

Saber o que causa sarna em cachorro é importante para que você saiba como prevenir. Como ele é causado por ácaros, é importante manter a limpeza dos ambientes e a higiene diária, além dos banhos mensais. 

Também é preciso evitar que ele tenha contato com animais que tenham risco de estar infectados. Além disso, controle as datas indicadas para vacinação e faça check-ups frequentes no veterinário para ajudar na detecção precoce de qualquer problema.

Outro cuidado importante é com a alimentação, sempre fornecendo uma ração de qualidade e na quantidade correta para que ele se mantenha forte e com a imunidade alta. Isso ajudará a reduzir os impactos da sarna, caso ele desenvolva a doença. 

Principais dúvidas sobre sarna em cachorro

tipos-de-sarna-canina

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, confira as principais perguntas e respostas sobre 

Sarna de cachorro pega em humano?

Apenas a sarna sarcóptica pode passar para humanos, mas ela não consegue completar o seu ciclo de vida. Em geral, elas causam coceira intensa durante um período de cerca de 5 dias e depois morrem. Os outros tipos não oferecem riscos para a família. 

Quanto tempo dura a sarna de cachorro?

A sarna sarcóptica e a otodécica costuma ser tratada em um período de até 4 semanas. Já a demodécica, por ser genética, não tem cura, então os tratamentos dependem do aparecimento e do controle de sintomas, com períodos que variam a cada caso. 

Remédio caseiro para sarna em cachorro é eficaz?

Ao pesquisar sobre a doença, é comum se deparar com dicas de remédios caseiros para curar sarna, como vinagre, bicarbonato e óleo queimado. Mesmo que algumas práticas possam ser benéficas em situações específicas, como o vinagre, nunca aplique produtos sem indicação do veterinário.

A sarna afeta a pele do animal, com irritações que podem causar lesões e feridas. Aplicar qualquer tipo de produto sem a avaliação médica pode agravar o problema e trazer mais prejuízos para a saúde do animal. 

Portanto, siga sempre a indicação do veterinário e compre produtos de qualidade para manter a higiene do animal. Na New York Pets, você encontra diversas opções para o seu cachorro, veja só! Esperamos que este conteúdo tenha esclarecido as suas dúvidas sobre a sarna em cachorro. Em caso de dúvidas, não se esqueça de procurar um veterinário de confiança para garantir o melhor atendimento para o seu pet. 

 

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Menu