🎁 Presente de boas-vindas: Use o cupom PRI10 e ganhe 10%OFF em sua primeira compra hoje!

Husky Siberiano: saiba TUDO sobre essa raça majestosa

Husky Siberiano

O Husky Siberiano, sem dúvidas, se destaca entre as raças de cachorro. Com uma aparência que lembra um lobo, ao mesmo tempo em que tem um jeito dócil e brincalhão, ele conquista facilmente o coração dos amantes de pets. 

Contudo, ao assumir os cuidados por um animal de estimação, é preciso entender quais são as características da raça e as suas necessidades. É com base nisso que você poderá avaliar se a sua família tem o perfil necessário para acolher o pet garantir a saúde e o bem-estar. 

Pensando nisso, preparamos este guia com tudo o que você precisa saber sobre o cachorro Husky Siberiano. Boa leitura!

Conheça a história do Husky Siberiano

Como o próprio nome diz, o cão teve origem na Sibéria, Rússia. Segundo estudos realizados, o seu DNA demonstra que ele surgiu a mais de 2 mil anos.  Considerado um cão de trabalho e de companhia, ele é bastante conhecido por tracionar os trenós — provavelmente você já viu essa cena em filmes, séries e desenhos, né?

Eles eram criados por um povo nômade que vivia no nordeste da Ásia. Como tinham uma boa resistência física, conseguiam levar os trenós por longas distâncias e ajudavam a pastorear o gado.

Quando a Rússia ainda tinha domínio sobre o Alasca, os cães da raça foram levados para a região. A partir disso, ele começou a se tornar popular, principalmente nas regiões mais frias. O reconhecimento oficial pelo American Kennel Club (AKC) aconteceu apenas em 1930. 

Apesar de a crescente popularidade da raça ter feito com que muitos procurem esse cão para ser seu animal de estimação, é importante conhecer as suas características e estar preparado para atender a todas as suas necessidades. Um dos principais pontos é o cuidado com a higiene, a alimentação e os exercícios. Veja alguns produtos que podem ajudar!

 

Principais características da raça Husky Siberiano

história do Husky Siberiano

O Husky Siberiano tem características bem específicas: um porte semelhante aos lobos, uma pelagem macia em diversas cores e olhos marrons ou azuis, em tons claros e vivos, que dão ainda mais destaque para a beleza do animal. Quer conhecer mais? Veja as principais informações sobre a raça.

Expectativa de vida

A expectativa de vida do Husky Siberiano é de 12 a 15 anos, mas esse é um fator que varia de acordo com as condições de vida e os hábitos desenvolvidos pelo animal. 

Tamanho e peso

O Husky Siberiano adulto tem um tamanho que varia entre 51 e 60 cm de altura e um peso médio entre 15 e 28 kg, sendo considerado um cão de médio ou grande porte. 

Cores da raça

Como ele é nativo das regiões mais frias, a pelagem é bastante resistente a temperaturas mais baixas — o Husky Siberiano sobrevive em até -30Cº. O motivo são as suas duas camadas de pelos:

  • revestimento superior: de pelos grossos e com comprimento médio;
  • subpelo: camada macia e felpuda, bastante espesso e cheio para reter o calor.

Existem diversas cores para a pelagem dos cães. Conheça as principais variações da raça:

  • Husky Siberiano branco;
  • Husky Siberiano preto;
  • Husky Siberiano marrom;
  • Husky Siberiano cobre;
  • Husky Siberiano cinza: mistura pelos brancos e pretos;
  • Husky Siberiano prata: mistura de pelos brancos e pretos, com prevalência do branco;
  • Husky Siberiano agouti: mistura branco, preto e bege;
  • Husky Siberiano pelagem wooly.

A pelagem wooly pode vir em diversas combinações de cores, mas os pelos protetores (subpelos) são mais longos e macios do que o normal, afetando a proteção contra água e temperaturas frias. Contudo, essa característica não é prejudicial para cães que não são utilizados para o trabalho. 

Sempre que o cão for branco ou albino, é importante que ele não fique exposto ao sol por muito tempo ou tenha proteção adequada contra a radiação solar.

 

Personalidade e temperamento do Husky Siberiano

características da raça Husky Siberiano

Você já se perguntou como é ter um Husky Siberiano? Eles são brincalhões, extrovertidos e sociáveis, aproveitando a companhia de humanos e de outros cachorros, mas não costumam ser amigáveis com gatos. A maioria dos cães da raça responde rápido às demonstrações de afeto, mostrando-se dispostos a brincar e abanando o rabo para chamar a atenção.

São bastante amigáveis e gentis, logo, apesar de seu porte, essa não é uma raça indicada para ser cão de guarda, já que não é possessivo, agressivo ou desconfiado com estranhos.  Por outro lado, eles contam com um instinto caçador aguçado e são muito inteligentes. 

Independentes e cheios de energia, eles gostam de se manter ativos, por causa disso os cães da raça correm, cavam buracos e roem diversos tipos de materiais. Para não ter problemas, é importante fazer exercícios durante 30 a 60 minutos por dia para que ele gaste a energia acumulada e se mantenha em forma.

Desde sua origem a raça vive entre humanos, acompanhados do restante da matilha.  Por isso, não é recomendável que ele fique muito tempo sozinho, já que isso pode fazer com que fique ansioso ou depressivo. 

Treinamento do Husky Siberiano

O Husky Siberiano não é fácil de treinar. Pela sua natureza como cão de carga, o tutor deve se portar como um líder  para o treinamento ter sucesso. É preciso ter segurança e experiência para conseguir estabelecer regras e se impor para conquistar o respeito do animal. Porém, em alguns casos ele pode testar os limites tentando assumir o controle. 

O ideal é sempre contar com apoio profissional para o treinamento e empenho do dono. Por ser muito inteligente, é comum que o cachorro consiga diferenciar os momentos de “aula” do dia a dia em casa. Dessa maneira, o tutor precisa aprender as melhores práticas para que o cachorro mantenha o bom comportamento mesmo quando não estiver treinando. 

 

Como cuidar bem de um Husky siberiano

temperamento do Husky Siberiano

Quer conhecer quais os cuidados para ter um Husky Siberiano? É fundamental entender quais são as práticas que você deve adotar para manter o pet saudável e feliz, por isso separamos dicas sobre os principais pontos de atenção. 

Higiene

Eles são animais bastante higiênicos e lambem os pelos com frequência para fazer uma limpeza. A vantagem é que eles não têm um odor forte, por causa disso eles não precisam banhos e tosas frequentes. Porém, como o pelo é longo e espesso, fique de olho para ver se surgem feridas ou vermelhidões na pele.

Você deve escovar os dentes duas ou três vezes por semana para prevenir doenças bucais e, se possível, faça isso diariamente, sempre com produtos específicos para cães. 

Alimentação

A alimentação saudável do cão ajuda a prevenir diversos problemas de saúde. Você sabe o que dar de comer para Husky Siberiano? Eles gastam muita energia, então precisam de uma ração de qualidade para receber todos os nutrientes necessários. 

As refeições devem ser ricas em proteínas e gordura, mas se o produto for de baixa qualidade, há riscos de que ele ganhe peso em excesso e desenvolva um quadro de obesidade. 

Saúde e bem-estar

Essa é uma raça forte e bastante saudável. O ponto de atenção é a visão, pois eles têm predisposição para problemas nos olhos, como glaucoma, catarata e distrofia de córnea, que podem comprometer a vista. Como qualquer outro pet, ele exige visitas frequentes ao veterinário para ver se está tudo bem e manter as vacinas em dia. 

Além disso, como já falamos, ele precisa se exercitar constantemente, portanto, garanta que ele tenha espaço para isso e tire um período do seu dia para brincadeiras, caminhadas e outras atividades com o pet. 

Durante os períodos de calor, reforce os cuidados em relação ao ambiente, com locais frescos e sombras para que o pet descanse, afinal, ele tem origem em regiões frias e fica desconfortável com temperaturas altas. 

A partir dos 7 anos, quando o cão chega à fase idosa, é importante redobrar os cuidados, já que é nessa época que alguns problemas de saúde são mais recorrentes. Visitas rotineiras para o check-up veterinário ajudam na prevenção ou no diagnóstico precoce para aumentar a longevidade do seu companheiro. 

Como cuidar de um filhote de Husky Siberiano

Treinamento do Husky Siberiano

Se você escolheu um Husky Siberiano filhote, precisa ter atenção durante a adaptação. O primeiro passo é sempre uma consulta ao veterinário para uma avaliação de saúde e as primeiras vacinas. Nesse momento, o médico também passará algumas recomendações específicas. 

Depois, é preciso manter a vacinação em dia para protegê-lo de doenças, basta conferir as datas indicadas na carteirinha do pet. A alimentação deve acompanhar a sua evolução, iniciando com as específicas para filhotes, sempre escolhendo as opções de alta qualidade.

Já falamos que a raça tem muita energia, e nos filhotes essa característica é potencializada. Faça passeios e outras atividades para que ele gaste energia, caso contrário, ele pode desenvolver alguns comportamentos inadequados, como a destruição de móveis, roupas e outros objetos. 

Principais dúvidas e curiosidades sobre a raça Husky Siberiano

Ainda tem dúvidas sobre o cão husky siberiano? Pesquisamos as questões mais comuns e respondemos a seguir, confira!

Como saber se o filhote de husky é puro?

O ideal é procurar criadores certificados e solicitar o pedigree do animal. A Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC) tem um guia com as características completas da Husky Siberiano que pode ser consultado para entender melhor quais são os padrões oficiais da raça.

Husky Siberiano x Malamute-do-Alasca: qual a diferença entre as raças?

O Malamute-do-Alasca é outra raça de cachorro de regiões frias, semelhante aos lobos e que trabalha puxando trenós. Como consequência, muitas pessoas confundem esses cães. Para que não restem dúvidas, listamos as principais características do Malamute-do-Alasca para diferenciar do Husky Siberiano, veja só:

  • original do Alasca no final do século 19;
  • mais alto e pesado: a altura varia entre 58 e 68 cm, e o peso entre 35 e 39 kg;
  • os olhos são escuros, pretos ou marrons;
  • o rosto é maior e mais quadrado;
  • a pelagem é mais longa e áspera.

Qual a melhor idade para adestrar um Husky Siberiano?

filhote de Husky Siberiano

Como são cães obstinados, que trazem algumas dificuldades para o treinamento, o ideal é começar o adestramento enquanto ele ainda é filhote, com 3 ou 4 meses de idade.

Quantas vezes um Husky Siberiano pode comer por dia?

O pet deve ser alimentado 2 vezes por dia, sempre com ração de alta qualidade. A quantidade varia de acordo com a rotina e a estrutura do cachorro, mas costuma variar entre 1,5 e 2 xícaras. 

Husky Siberiano pode viver em apartamento?

Essa é uma raça ativa e que gosta de viver ao ar livre, então a falta de espaço e as limitações que os apartamentos proporcionam fazem com que esse não seja um ambiente indicado para criar um Husky Siberiano. 

Husky Siberiano late muito?

Eles não latem muito. Porém, a aparência não é a única coisa que eles têm em comum com os lobos: eles também gostam de uivar! Isso pode se tornar um incômodo, especialmente para os vizinhos. A dica é investir no treinamento para lidar com essa questão.  

O Husky Siberiano solta muito pelo?

Sim, eles soltam realmente muito pelo, principalmente nas épocas em que trocam. Mas não se preocupe: não é nada que um aspirador de pó não resolva. Uma dica para ajudar é fazer a escovação diária, que retira o excesso de pelos e também evita problemas de pele. 

Qual a cor mais rara de Husky Siberiano?

A cor mais rara de Husky Siberiano é a Agouti, principalmente pela sua semelhança com a aparência dos lobos. Por outro lado, os cães mais comuns são os pretos e cinzas. 

Qual o valor de um Husky Siberiano?

Tem um fator que deve sempre gera dúvida por quem deseja comprar um Husky Siberiano: o preço. Os valores variam conforme o canil, a linhagem e as características do animal, geralmente entre R$ 800 e R$ 3 mil. 

E aí, o Husky Siberiano é o animal ideal para a sua família? Em caso positivo, não se esqueça de preparar o espaço para receber o pet e compre produtos de qualidade para alimentação, higiene e cuidados com a saúde. Na New York Pets temos um portfólio completo para você, acesse o site!

Como foi possível perceber, o Husky Siberiano tem características incríveis e é bastante familiar, mas é preciso ver se vocês conseguirão atender às necessidades da raça. Esperamos que este guia tenha esclarecido as suas dúvidas e ajude nessa decisão. 

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Menu